Gosto de literatura e fotografia. Então, mantenho dois blogs: "LUGARES" - dedicado à fotografia com relatos de viagens, experiências, informações e dicas aos marinheiros que se aventuram em "mares nunca dantes navegados" e "NOTAS DO SUBSOLO" , um caderno virtual dedicado à literatura. Espero que gostem.



22 de jun de 2013

O CALOR DE 37 GRAUS. 2, 3, 4 DIAS

É QUASE INACREDITÁVEL. O TEMPO MARCA CHUVAS E TROVÕES, MAS O SOL CONTINUA CASTIGANDO BUDAPESTE.

 A SOLUÇÃO QUE ENCONTRAMOS É SAIR DE MANHÃ PARA UM DOS LOCAIS DE "PRAIA" COMO ELES CHAMAM AQUI AS PISCINAS EXTERNAS E FICAR DE MOLHO NAS ÁGUAS TERMAIS QUE VARIAM DE 26 A 36 GRAUS.

VOLTAR À TARDINHA QUANDO O SOL JÁ DEU UMA TRÉGUA. SAIR DEPOIS DAS 20:00HS PARA IR ATÉ  JOSEF NADOR TÉR E ASSITIR ÀS APRESENTAÇÕES DE CANTOS E DANÇAS DO BUDA CARNIVAL QUE ACONTECE NESSA ÉPOCA OU A ALGUM CONCERTO NA BELÍSSIMA BASÍLICA SZENT ISTVÁN.

NESSAS  ATIVIDADES CONTINUO OBSERVANDO O GRAU DE EDUCAÇÃO DOS HÚNGAROS. 
PODEM ESTAR EM UM MESMO LOCAL CENTENAS DE PESSOAS QUE NÃO EXISTE GRITARIA.
 NINGUÉM TIRA A PAZ DE NINGUÉM E ELES SÃO SUPER EDUCADOS QUANDO SE TRATA DA LIMPEZA DAS RUAS, METRÔS, PARQUES( NÃO SE VÊ UM PAPEL NO CHÃO) E QUANDO SE TRATA DO RESPEITO COM AS OUTRAS PESSOAS. TUDO É À BASE DE COM LICENÇA, OBRIGADO, DESCULPE, POR FAVOR.

NAS  PISCINAS E SPAS QUALQUER PESSOA PODE ENTRAR PAGANDO ENTRE 20 E 40 REAIS. ALGUNS LOCAIS TEM CONVENIOS  PARA OS HÚNGAROS E ELES NÃO PAGAM OU PAGAM MENOS AINDA. 
PODE-SE  PASSAR O DIA NOS MAIS DIVERSOS TIPOS DE PISCINAS. UMA SÓ PARA NADAR, OUTRA PARA IR COM CRIANÇAS, OUTRAS COM A ÁGUA BEM MAIS QUENTE. 
PODE-SE  ALUGAR TOALHAS E UMA CABINE PARA TROCAR DE ROUPA. SE QUISER PODE COMPRAR PACOTES DE VÁRIOS TIPOS DE MASSAGENS, PEDICURE, REFLEXOLOGIA ETC.. POR PREÇOS QUE VÃO DE 20 REAIS A 100 REAIS. TRATAMENTO DE RAINHA.

TUDO MUITO SIMPLES, SEM SOFISTICAÇÃO. AS PESSOAS SENTAM À SOMBRA, NAS TOALHAS, NO CHÃO, NAS ESCADAS E COMEM SEU SANDUÍCHE, TOMAM SUA BORSODI E COM MUITA DIGNIDADE. O MAIS SOFISTICADO SPA DAQUI É O COMPLEXO DO HOTEL GELLERT, CONHECIDO NO MUNDO INTEIRO. EM ALGUNS SPAS TEMOS PEQUENAS LANCHONETES EM OUTROS RESTAURANTES SIMPLES E EM POUCOS, RESTAURANTES SOFISTICADOS.

OUTRA COISA É QUE AQUI AS MULHERES E HOMENS NÃO ESTÃO EM CONCURSOS DE BELEZA. OS MAIÔS E BIQUÍNIS SÃO SIMPLES, E AS PESSOAS SÃO NORMAIS, ISTO É, COM CELULITE, GORDINHAS.
PARA A GENTE, QUE ACHA QUE NUNCA ESTÁ BEM PARA UM BIQUÍNI, AQUI NOS SENTIMOS ÓTIMAS. NÃO EXISTE MESMO A PREOCUPAÇÃO EXAGERADA COM A ESTÉTICA E A APARECIA DE JUVENTUDE QUE NOS COBRAM OUTROS LUGARES. ISSO NÃO É BOM? 

ALGUNS LINKS E FOTOS DO SITE WWW.BUDAPEST.HU













17 de jun de 2013

CALOR DE 34° HOJE.

  Amanhã e quarta-feira, o calor promete repetir os 34° de hoje. Difícil caminhar entre o meio-dia e às 14:00 horas. Calor demais. 

Saí em direção ao Mercado Público perto das 10 horas da manhã. No caminho foi preciso providenciar a compra do chapéu esquecido. Sem ele, impossível avançar. O Mercado Público de Budapeste, a exemplo de outros, é uma alegria para os olhos, olfato e paladar. Cores em profusão e oportunidade de ver os húngaros em atividade de rotina.

No trajeto, se passa pela turística Váci Útca. O Mercado fica ao final dessa rua, em um prédio de mais de cem anos. Do outro lado da ponte Erzsébet, o belo complexo do Hotel Gellert, com suas piscinas. Uma ótima opção com o calor de hoje. Qualquer um pode passar lá uma hora ou um dia. Nadar, frequentar os restaurantes, aproveitar as massagens, banhos turcos etc... Preços super acessíveis. Aluguel de toalhas e material necessário.

A tarde pediu por uma boa sombra no parque, um romance para descansar a cabeça e litros de água e sorvetes, que aqui se come tanto quanto se bebe água. Um dia, enfim, para deixar passar, sem pressa e com muita preguiça.


Algumas fotos:


O Castelo de Buda do outro lado do Danúbio

Mercado Público



15 de jun de 2013

BUDAPEST 30 DAYS AGAIN AND AGAIN... BECAUSE I LOVE THIS CITY.

 Não vou falar sobre a história de  Budapeste, isso porque, neste mesmo blog, há alguns anos atrás, já disse o bastante sobre isso. Esta é a quarta vez que permaneço um mês nessa cidade e vocês devem estar dizendo:"mas ela deve mesmo gostar dessa cidade". É verdade. 

Para mim é um lugar especial, que embora tenha se desenvolvido, e muito, anda não perdeu algumas características das cidades do antigo Leste Europeu e que aprecio muito. Entre elas, a educação, o respeito pelo outro, o cuidado com sua própria vida, o amor pela música e pelo que é público, que aqui é bem de todos, e não "terra de ninguém". 

Começo então, mostrando o apto alugado dessa vez, pelo preço de qualquer apartamento comum em nossas praias do sul. Uma cobertura com todo o conforto que normalmente se tem em casa, o que é importante quando se fica um período imaias logo. À partir de um mês, o aluguel já vale à pena, porque fica bem mais barato. Uma semana ou menos? hotel é a pedida.

No linck abaixo fotos da cobertura alugada, de 56 metros quadrados, com um terraço, jardim, flores, tudo de frente para o Bastião dos pescadores e o castelo de Buda, que ficam do outro lado do Danúbio. Quem tiver curiosidade pode olhar. É o penthouse Garibaldi.

www.budapestlodger.com 

Geralmente ocupo os dois primeiros dias para descansar, arrumar as roupas, mercado, etc.. Para isso, uso um Apple, que  dá todos os mercados e demais locais, que existem ao meu redor. Escolho o melhor e mais perto e lá vou eu, com minha listinha. Um "rancho" como se diz no sul. 

Instalada, começo a traçar roteiros. Um para cada dia. 

Esses roteiros nunca são menores do que de quatro a seis horas de caminhada. Mais uma para almoço. Agora, com o calor de 31 graus, como o que fez hoje, levo sempre uma garrafinha de água e a máquina fotográfica, que todo o fotografo sabe que Praga e Budapeste são cidades excelentes para serem fotografadas. Principalmente à noite, com sua iluminação amarelada que dá um efeito bárbaro. E poder caminhar sem ter medo de ser assaltado, não tem preço. É sempre uma ótima sensação.

Aqui vão as principais atividades de hoje:

1. Visita à um local que se transformou no SOHO de Budapeste. Região de feiras e de designers locais mostrarem seus trabalhos, todos os domingos. GOZSDU UDVAR. É um local que liga duas ruas paralelas. Pode-se entrar pela Király útca, 13 ou pela Dob útca, 16. Bom artesanato, roupas, bijoux. Tudo feito por artesões locais. Pode-se comer por lá nos inúmeros bares e restaurantes e fica aberta até 18horas.

2. Visita às lojas de artesanato mais típicas de Budapeste. www.memoriesofhungary.hu. Na Hércegprimás útca, 8. Sábados e domingos das 10h às 22h.

3.  À noite, apresentação de ópera e ballet, gratuitos na praça em frente à Básilica de Santo Estevão (szt. ISTEVAN TÉR). Uma noite super agradável e um público educado e atento a um espetáculo grandioso.

4. Antes de voltar para casa (21:00h.) uma cerveja, que ninguém é de ferro.  E já aprendi: Szeretnék egy sort, kérek.( quero uma cerveja, por favor)

Algumas fotos:


 Bastião dos Pescadores. Vista do terraço do apto. 

                                fonte de água. Diversão certa para os Húngaros. Szabadság tér

                                                              Básilica de San Estevão

                                                     Roda gigante na ÉSZERBETH TÉR


                                                  esculturas ao redor do Hotel Meridien


Fachada Hotel Meridien

Restauante dos mais antigos de Budapeste.