Gosto de literatura e fotografia. Então, mantenho dois blogs: "LUGARES" - dedicado à fotografia com relatos de viagens, experiências, informações e dicas aos marinheiros que se aventuram em "mares nunca dantes navegados" e "NOTAS DO SUBSOLO" , um caderno virtual dedicado à literatura. Espero que gostem.



29 de jun de 2010

BUDAPESTE DIA 39 - O LADO BUDA (CASTELO & BASTIÃO DOS PESCADORES0

Túnel escavado na colina do Castelo,  dá uma dimensão da altura em que estão localizados o castelo e demais monumentos do bairro
    
    
Ponte que leva ao lado Buda
    
A Igreja



Detalhe das Torres do bastião dos Pescadores

Vista do Paramento Húngaro é privilegiada lá do alto.
Colunas do Bastião dos Pescadores

Como era Buda na idade medieval

Detalhes em cada esquina.
Reflexo de uma das torres do bastião dos pescadores, moderno e antigo fundidos com sabedoria e competência

Casa típica do bairro
Teto da Igreja e Torre

Dezenas de esculturas pelas ruas e praças

Danúbio ao fundo




Quem não quiser subir pelas ruas, ou mais de 200 degraus pode ir pelo funicular
    

      Classificada como Patrimônio Mundial esta parte da cidade já era habitada no séc. XII por apresentar características favoráveis. Depois da invasão dos tártaros, o rei Béla IV mandou construir no local, um castelo para onde mudou sua sede. O Bairro do Castelo está situado na Colina de Castelo, A 180 metros de altitude. Tem um quilometro emeio de comprimento e em alguns locais até meio quilômetro de largura.
     Nesta zona existem três igrejas, cinco museus, muitos prédios importantes, monumentos, praças, um teatro, restaurantes, lojas de souvenirs e galerias de arte.
     Do Bastião dos Pescadores e do terraço em frente  à Galeria nacional tem-se uma vista deslumbrante da cidade.
     O Bairro do Castelo é um núcleo urbano ancestral e ao mesmo tempo  o principal conjunto de monumentos do país.
      Embora tenha sofrido ao longo de seus 800 anos de  história, vários incêndios, c ercos e guerras mundiais, guarda  maravilhosos vestígios medievais e sua beleza.
     No subsolo encontra-se um sisitema de grutas e caves de grande dimensão. Durante a Segunda Guerra Mundial abrigaram-se nestas cavernas 20 mil soldados alemães.
     A atração mais visitada é a Praça da Santíssima Trindade, onde está  um dos mais característicos edifícios de Budapeste, a Igreja Máthyás, com mais de 700 anos. Sua torre gótica  e o Bastiõ dos Pescadores. Esta Igreja, foi durante séculos local de coroações.
     Depois de 1541, e por algum tempo foi transformada em mesquita turca e depois voltou novamente  a ser templo católico.

O BASTIÃO DOS PESCADORES

     Este local foi construído em estilo neo-romantico e ocupa o lugar das antigas muralhas medievais. Ao seu lado encontra-se o primeiro hotel de luxo construído em budapeste, o  Hilton, em seu pátio interno encontra-se o claustro de um mosteiro medieval e o interior do Hotel integra as ruínas de uma Igreja, onde se organizam espetáculos.

PALÁCIO REAL E SEUS ANEXOS

     Este conjunto de edifícios sofre muito com a Segunda Guerra Mundial. Hoje várias de suas alas foram trnsformadas em museus, estando aqui também instalada a Biblioteca Nacional.    
     O Palácio Sandor, antiga residencia oficial dos Primeiros Ministros, é hoje residencia do presidente da República. 

28 de jun de 2010

BUDAPESTE DIA 38 - OS MENINOS DA RUA PAULO



      No centenário de sua criação (em set. 2007) estas esculturas foram feitas em homenagem a uma das mais populares novelas húngaras, "OS MENINOS DA RUA PAULO".
     A cena mais conhecida da novela, já traduzida em 35 línguas, é quando os irmãos "Pázstor" da gang das camisas encarnadas enconsta-se a um muro a observar os meninos da gang da rua "PÁL" , que jogam bolas de gude( jogo inventado pelos húngaros).
     Esta cena foi esculpida em bronze por Péter Szanyl. A esculura encontra-se em frente à escola primária da Rua Práter.
    A obra, harmoniza com o ambiente e transmite, perfeitamente, o ambiente do início do século XX.
   Além de homeangear os sentimentos simples da vida, o conjunto demonstra o rigor científico da pesquisa do escultor e da extraordinária beleza de foi capaz de trasnmitir em seu trabalho.






   
      Porta entrada da escola

As esculturas estão em frente à porta de entrada da escola

Fachada da escola

    





     Os Meninos da Rua Paulo é uma contagiante história de Ferenc Molnar. É impossivel não se emocionar com a luta dos meninos da Rua Paulo contra os camisas vermelhas pelo espaço em que construíram sua comunidade e a que chamavam grund.
    Localizado em Budapeste, o grund era o único espaço que os meninos da Rua Paulo tinha para realizar o encontro dos seus exércitos. Aqueles meninos dão uma lição de cidadania, organização e respeito para qualquer um que se aventure a espiar pelas frestas do portão do grund. A coragem do soldado raso Nemecsek para defender sua honra e o espaço dos meninos é mesmo o episódio mais emocionante do livro.
    Os Meninos da Rua Paulo mostram como o mundo adulto lhes é alheio, e ensinam aos homens e mulheres emancipados que as crianças têm muito para ensinar, e aprendem como convém à sua sobrevivência. Os episódios da sociedade do Betume e da traição de Csonakos surpreende pela criatividade e responsabilidade desses meninos. (resumo do livro- fonte internet - livraria cultura)

27 de jun de 2010

BUDAPESTE DIA 37 - JOVENS DESIGNERS HÚNGAROS NO PÁTIO GOZSDU.

     Outra coisa que o turismo e desenvolvimento da Hungria faz é valorizar os jovens designers Húngaros. Criou uma unidade visual para pequenas lojas destes artistas e incentivam os turistas à conhecer este roteiro.
     São criadores de moda, bijoux, calçados, bolsas, cerâmica etc... Não é uma ótima idéia?
     Os preços nestas loja, são salgados, mas em compensação existe a exclusividade, bons materiais e o diferenciado.
      Há também, todos os domingos, entre a rua Király e rua Dob, o chamado pátio Gozsdu, que une o número 13 da rua Király ao número 16, da rua Dob. O edificio secessionista, onde a feira de jovens artistas se realiza, integra uma área habitacional, de 11 apartamentos e distintos espaços abertos ao público, incluindo galerias e cafés, onde ocorrem exposições, feiras gastronômicas e concertos.

Arrumação da feira, que vai das 11:00 às 18 horas, na Kiraly útca, 19.

No passeio, janelas do Merdien Hotel
Posted by Picasa

Feira no corredor de um conjunto tradicional de prédios de moradia aqui em Budapeste


Designer com meia perna em couro pintado para usar sobre o jeans


Detalhe do modelito


Estranha flor no meio da feiraPosted by Picasa

Budapest é obra de arte à céu aberto...


Beleza por todos os lados...
 
Um café, restaurante a cada vinte metros...

Inúmeros calçadões para pedestres
Posted by Picasa

Ainda as águas acionadas por sensores. Uma brincadeira gostosa para a população.


Postes à energia solar existem cada vez em maior número.


Detalhes de prédios
Posted by Picasa

Jardins e flores são presença nos jardins de Budapeste

Incontáveis espaços criados para ficar observando a cidade. Detalhes dos bancos

 
 
Vai um passeio de limosine??
Posted by Picasa