Gosto de literatura e fotografia. Então, mantenho dois blogs: "LUGARES" - dedicado à fotografia com relatos de viagens, experiências, informações e dicas aos marinheiros que se aventuram em "mares nunca dantes navegados" e "NOTAS DO SUBSOLO" , um caderno virtual dedicado à literatura. Espero que gostem.



12 de jun de 2010

TURQUIA DIA 3 - ISTAMBUL/CANAKKALE -TRÓIA (23 VIAGEM)

  

     Às sete horas da manhã, logo após o café da manhã saímos de Istambul em direção  à Çanakkale com visita aos vestígios   de TRÓIA, antiga e famosa cidade de nove níveis. A fama da cidade deve-se à Ilílada,  de Homero e à Guerra de Tróia com o famoso cavalo de madeira (presente dos gregos).
   Saímos de Istambul de ônibus, com  mais 12 pessoas que serão nossos compnheiros de viagem por  8 dias. Fomos pela costa até chegar ao estreito de Darnanelo, onde levamos 45 minutos de ferry para atravessar e chegar Çanakkale.

Dardanelos (turco: Çanakkale Boğazı), antigamente Helesponto, é um estreito no noroeste da Turquia ligando o Mar Egeu ao Mar de Mármara.
Assim como o estreito de Bósforo, ele separa a Europa (neste caso, a península de Gallipoli) da Ásia. A maior cidade próxima ao estreito é Çanakkale, que tem seu nome do seu famoso castelo (kale significa "castelo").
O estreito teve um papel importante ao longo da História (por exemplo, a Guerra de Tróia acontece no lado asiático do estreito). Os exércitos persas de Xerxes I e, mais tarde, o exército macedônio de Alexandre, o Grande atravessaram o estreito de Dardanelos em direções opostas para invadir as terras uns dos outros.
Tendo uma importância vital para a armada do Império Otomano para sua dominação no Mediterrâneo oriental, o estreito sofreu uma tentativa de invasão com inúmeras perdas humanas pelos aliados durante a Primeira Guerra Mundial. A Campanha de Galípoli quase custou a carreira política de Winston Churchill (a Entente (Aliança) perdeu a batalha em 18 de Março de 1915).(fonte wikipédia)

     
visão do mar de mármora
Inúmeras plantações de trigo ao longo do caminho

passageiras do ferry do estreito de carcamel


Tróia

 ( 1945: Tróia) (em grego antigo Τροία, transl. Troia, ou Ίλιον, transl. Ílion; em latim Troia ou Ilium; em hitita Wilusa ou Truwisa; em turco Truva) é uma cidade lendária, onde ocorreu a célebre Guerra de Troia, descrita na Ilíada, um dos poemas atribuídos a Homero.
Hoje é o nome de um sítio arqueológico em Hissarlik, na Anatólia, próximo à costa em que está hoje a província turca de Çanakkale, a sudoeste do Monte Ida.
Uma nova cidade foi fundada no sítio no reinado do imperador romano Augusto. Floresceu até o estabelecimento de Constantinopla, e declinou gradualmente durante os tempos bizantinos.
Nos anos 1870 o arqueólogo alemão Heinrich Schliemann escavou a área. As escavações revelaram várias cidades construídas em sucessão a cada outra. Uma das cidades (Tróia VII) é freqüentemente identificada com a Tróia homérica. Enquanto uma identidade é disputada, o sítio é sucessivamente identificado com a cidade chamada Wilusa em textos hititas; Ilion (grafada originalmente como Ϝιλιον, Wilion, com a letra grega Ϝ) é tido como a rendição grega daquele nome. (wikipédia)

muralhas de Tróia

vestígios de Tróia

muralhas de Tróia

muralhas de Tróia

cavalo de Tróia em madeira  


Por do sol no mar egeu, no hotel de çabakkale

Nenhum comentário:

Postar um comentário