Gosto de literatura e fotografia. Então, mantenho dois blogs: "LUGARES" - dedicado à fotografia com relatos de viagens, experiências, informações e dicas aos marinheiros que se aventuram em "mares nunca dantes navegados" e "NOTAS DO SUBSOLO" , um caderno virtual dedicado à literatura. Espero que gostem.



19 de mai de 2010

DE MALAS PRONTAS

        Muita gente que conheço faz da mala de viagem um problema. Em vôos internacionais temos o direito de despachar até dois volumes de 32 quilos por pessoa + uma bagagem de mão de 5 a 8 quilos, dependendo da Companhia Aérea. Um exagero, não é? O problema começa quando se tem vôos domésticos no exterior porque aí só temos o direito de despachar uma mala com até 20 quilos. Assim o ideal é já sair daqui com no máximo 20 quilos para não  ter problemas pelo caminho.
        A TAM é das mais exigentes. Para não dizer chata. Em 2008 fui ao Japão/China/Tailândia. Um mês de viagem sem problemas nos embarques. Chegando ao Brasil, em São Paulo para fazer o trecho até Porto Alegre, já que a alfândega é sempre feita ali, ou no Rio, implicaram com a bagagem de mão que estava um pouco acima dos oito quilos. Tive que despachá-la para não pagar excesso.
       Mas se dicas valem, o resumo da história é o seguinte:
       Arrumar a mala sempre na certeza de que se está levando pouca coisa. Nunca é pouco. Nunca falta. Três  meses no exterior não é tão diferente, em matéria de roupas, do que quinze dias. A solução é lavar roupa em lavanderias de rua ou no apartamento alugado.  Cuidem que tenham  máquina de lavar roupa. Então, um dia da semana fica para limpeza do apto. e organização das roupas.
       Desta vez estamos saindo (duas pessoas) com uma mala de 20 quilos para os dois + uma de mão para cada um, com aproximadamente 8 quilos, aonde vão: notebook e toda parafernália de cabos. ( para o celular, carregador de pilhas, tomada adaptação, I pod ).
       Nunca levar bagagem que não se tenha condições de carregar sozinho. Cada um é responsável pela sua.
        Ter o notebook sempre à mão, porque vai ser pedido para ser apresentado à cada esteira de controle que se passar.
       Se quiserem levar presentes, nada melhor, principalmente para o Leste Europeu, do que Havaianas. Lá são caras ou não existem. Fazem tanto sucesso  quanto as camisas da seleção brasileira de futebol.

Táxi do aeroporto de Budapeste até ao centro : de 16 A 20 Euros, dependendo da zona(4)
Valor  mensal aluguel apartamento para duas/três pessoas, na melhor zona e totalmente equipado: 650 euros.
Site de confiança para aluguel de apartamento. Falar com Luca Martinucci ou Anna Darvasi, um casal de italianos muito simpáticos :
http://www.hospitalityinbudapest.com/
E-mail: info@hospitalityinbudapest.com

Tel: +36/20/3451261 - +36/20/3576599
Skype: hospitalityinbudapest
Se quiserem saber mais mandem e-mail que terei prazer em responder.
fontrin@terra.com.br

         

Nenhum comentário:

Postar um comentário